Coda

Inteligência, equilíbrio, personalidade, sem ser querido...

 


Coda

       Seu nome de pedigree é Koty, nascido em nosso canil e mais tarde vendido para um casal da região do ABC.
      Por motivos que agora não vem ao caso, o Koty nos foi devolvido. Como eu estava com muitos machos, não havia a possibilidade de ficar com ele. Felizmente meu primo Roberto, manifestou o interesse e assim o Koty conseguiu um lar e hoje é chamado de Coda.  Durante o seu crescimento, a esposa do meu primo ( Cida ) adotou uma cadela que estava perdida na rua, uma fêmea SRD, pelo porte físico me parece uma mistura entre um fila com pit bull, uma cadela muito agressiva que late para todo mundo, e talvez por causa desta característica ela ganhou a preferência da família e a ela foi dado o nome de Princesa.
       A família por parte da Cida é bem grande com muitas crianças, e num belo dia os parentes se reuniram na casa de quintal pequeno e modesto, os cães foram colocados nos fundos onde o acesso é apenas um pequeno e enferrujado portão, desta forma as crianças poderiam brincar a vontade.
     A Cida lavava roupas enquanto as crianças brincavam no quintal, o pequeno Murilo, um garotinho de 5 anos brincava com um pequeno triciclo de plástico, e no meio da confusão alguma criança abriu o portão que prendia os cães e aí iniciou-se alguns momentos de terror... A Princesa avançou sobre as crianças que correram para todos os lados, menos o Murilinho que não teve nenhuma chance, a Princesa atacou o menino de frente com nítida intenção de pegar o pescoço do garoto.   


Coda e Princesa


Coda e Princesa

     Imaginava-se que a tragédia estava consumada, porém o Murilinho ganhou alguns segundos preciosos, pois quando a Princesa o atacou, o menino caiu para traz, tardando a pegada da cadela, foi tempo suficiente para que o Coda entrasse em ação, surgindo de repente por cima da Princesa e travando uma intensa luta. Notava-se que a Princesa lutava de forma histérica enquanto o Coda apenas a impedia que chegasse ao Murilinho. Como as pessoas aterrorizadas não apareciam para ajudar a criança, o Coda cravou seus dentes na cauda da Princesa e arrastou-a para o fundo do quintal, ao atravessar pelo portão a Cida então fechou-o e a situação voltou ao normal.
      Aos pouco a paz e a tranqüilidade foi tomando conta do ambiente, o Murilinho ganhou apenas um pequeno galo na cabeça, e a princesa alguns furinhos na cauda.
     Graças ao Coda, um dia o Murilinho vai poder contar esta história, mesmo assim, a Princesa continua sendo a favorita no quintal...

     Akiya.

                                                                                                                         back